6 MITOS E VERDADES SOBRE ALIMENTOS ORGÂNICOS





A produção orgânica é o cultivo de alimentos sem adição de produtos sintéticos para adubação do solo, hormônios para o desenvolvimento acelerado da plantação, nem antibióticos como defensivos contra pragas. É um ciclo de produção totalmente biológico e sustentável, se comprometendo com a natureza utilizando de técnicas naturais e trazendo benefícios, não apenas para o consumidor, mas principalmente para a área em que as culturas são produzidas.


Algumas análises encontraram níveis mais elevados de nutrientes em alimentos orgânicos em comparação aos convencionais. Uma pesquisa realizada pela Revista Panamericana de Saúde Pública, realizada em 2012, mesmo ressaltando a necessidade de mais estudos comparativos, destacou uma maior durabilidade, menor toxicidade e um teor de nutrientes elevados em relação a produtos convencionais. O estudo também pontuou que alimentos não orgânicos podem afetar o sistema imunológico e neurológico. Apesar disso, o principal ponto da produção orgânica é a estrutura ambientalmente correta.


O veneno utilizado nos agrotóxicos contamina o solo e a água. Além disso, outros insetos que fazem parte do bioma local, como as abelhas, morrem envenenados, causando um desequilíbrio para o meio ambiente e precisando de mais agrotóxicos para poder suprir a falta desses seres. O lençol freático também se beneficia do sistema orgânico pela não utilização de poluentes, melhorando a biodiversidade local.


Outro alerta sobre a produção convencional é o risco que os trabalhadores de campo correm. Uma pesquisa realizada entre 2007 e 2014 descobriu 1186 mortes por intoxicação, ou seja, 148 por ano, uma a cada dois dias e meio. É um dado bastante alarmante, principalmente levando em consideração que para cada caso de intoxicação no Brasil, existem mais 50 outros não notificados.


Mas e aí, Se convenceu de que consumir alimentos orgânicos é melhor para você, quem trabalha na área e o meio ambiente? Com isso, aproveitamos o dia internacional da alimentação para apresentar alguns mitos e verdades sobre alimentos orgânicos para você ficar por dentro de tudo e não sobrar mais dúvidas sobre o tema. Se liga aí!

SÃO MAIS CAROS

Verdade! Alimentos orgânicos são um pouco mais caros. Isso está relacionado com o tempo de produção que é mais elevado e pela produtividade menor em relação ao convencional. Apesar do crescimento na procura, ainda é um numero baixo para aumentar a competitividade e diminuir os preços.

PODEM SER CONSUMIDOS SEM LAVAR

Mito! Alimentos orgânicos são produtos livres de química, mas existe todo um processo para chegar até sua mesa que, assim como o convencional, o torna exposto a micro-organismos e sujeira. Independente do sistema de produção, é necessário realizar a higienização do alimento.

AJUDAM O MEIO AMBIENTE

Verdade! Como já falamos, a produção orgânica só traz benefícios para o meio ambiente, os trabalhadores da área e para quem compra. Consumir produtos de origem orgânica é fazer parte de uma cadeia sustentável de produção. Todos saem ganhando.

O CONSUMO DE ORGÂNICOS AJUDA A EMAGRECER

Mito! Apesar de estudos apontarem um número maior de nutrientes, o que ajuda a emagrecer é uma dieta balanceada. Se alimentar de produtos orgânicos não dá garantias de você perderá peso.

CONTÉM FISCALIZAÇÃO

Totalmente verdade! Os produtores orgânicos passam por um rigoroso controle de qualidade para adquirir seu selo de produtor orgânico, além do monitoramento realizado nas propriedades.

EXISTEM ALIMENTOS QUE DEVEM SER PRIORIZADOS NA BUSCA POR ORGÂNICOS

Verdade! No campo do convencional existem várias culturas que são utilizadas uma quantidade maior de agrotóxicos por serem mais sensíveis a pragas e doenças. Assim eles garantem uma maior produtividade e com baixo índice de perda na produção. Alface, tomate e morango são alguns dos itens que mais possuem produtos químicos.

12 visualizações

Posts recentes

Ver tudo