CONFIRA AS VARIEDADES DE CAFÉ ARÁBICA

Atualizado: 2 de out. de 2020



O café arábica teve origem na região que hoje corresponde ao sudoeste da Etiópia, Sudão e norte do Quênia. Sua planta exige cuidados específicos, como uma altitude mínima de 800 m de altitude para o cultivo por ter condições climáticas que favorecem a maior qualidade do grão. Essa espécie de café é característica por ser um produto mais fino e requintado, tendo aromas e sabores mais intensos e variados, bem como seu corpo e acidez.

Nós já apresentamos os dois tipos de cafés que existem e as diferenças entre elas aqui no nosso blog. Qual tem mais cafeína e açúcar, suas exigências para lavoura, colheita e falamos um pouco sobre seus sabores e aromas. Você ainda não viu?

É só clicar no link abaixo que te levaremos até lá.

CAFÉ ARÁBICA E CONILON: DA SEMENTE A XÍCARA

A produção do café arábica no Brasil que corresponde a 70% e seu grão possui diferentes variedades que são produzidas aqui no nosso país e, inclusive, algumas delas por nós lá na nossa fazenda. Cada variedade tem suas características sensoriais e uma história que vamos mostrar a você no decorrer desse post. Vamos lá?

BOURBON

Originário das ilhas Reunião, no Oceano Índico, migrou para a América Latina, Africa Ocidental e chegou ao Brasil em 1859. O Bourbon tem duas variações de grão: o vermelho e amarelo, tendo como característica um aroma intenso e textura mais suave e achocolatada. O do tipo amarelo, por exemplo, é mais apreciado pela sua doçura.

MUNDO NOVO


Variedade que tem origem aqui no Brasil. Nascendo a partir do século 19, esse tipo é o cruzamento natural dos cultivares Sumatra e Bourbon Vermelho. É uma combinação que resultou numa planta que se adapta bem em vários ambientes e são muito requisitados pelo seu sabor marcante, aroma suave, sendo muito utilizado para drinks.

CATUCAÍ

Essa variedade é mais uma que se divide entre Vermelho e Amarelo, sendo resultado do cruzamento entre Icatu e Catuaí. Nascido em 1986, seu café contém uma característica doce, com acidez média, suave, com um sabor cítrico, frutado e um aroma marcante, uma característica de um café de qualidade.


CATUAÍ


Nascida no ano de 1949, essa variedade também apresenta uma variação vermelha e amarela. Sua diferença é que o Vermelho tem uma característica mais encorpada com relação ao Amarelo. Criada a partir do cruzamento entre o Caturra e o Mundo Novo, sua planta tem uma boa adaptação e é resistente ao vento, ferrugem e a seca. Seu nome, em Tupi-Guarani quer dizer “Muito bom”.


ACAUÃ

Esse café também é o resultado do cruzamento de outras duas espécies, Sarchimor e Mundo Novo. É conhecido por ser uma planta mais resistente a seca, doenças como a ferrugem e tem uma produtividade maior que outras variedades de café. Sua bebida possui uma acidez é mais acentuada com um corpo médio.



ARARA

Essa variedade é considerada fácil de colher pelo seu baixo porte, com uma produtividade muito boa, tolerância ao frio e resistente a doenças, como ferrugem e mancha aureolada. Um café que apresenta corpo médio, um sabor mais adocicado.



23 visualizações

Posts recentes

Ver tudo